Archive for the 'Shorei' Category

Rascunho

sunflower sun

 

Desculpa, mas não sei como começar.  Já tentei algumas dúzias de palavras, rabiscos, verbos que se dão todos pra tentar dizer, mas são mudos. Não consigo encontrar a medida certa do que meço com tanto cuidado pra escrever, e no final não me serve.  Não há no mundo nenhuma palavra que diga, mostre, cante na medida certa o tamanho e a força da luz em que você se faz em mim.
Brilho. Quando você chega, chega junto contigo um metro e meio de sol, iluminando tudo e todos que estejam perto de você. Esquenta, colore de verde e azul qualquer noite escura, qualquer dia cinzento, qualquer julho. Qualquer momento se faz fevereiro, se faz férias, festa, fogo! Faz sol quando você está.
E o verbo ser deixa então a forma física e mostra você comigo, no estar de todas as coisas… em todas as músicas, em todas as formas, em todo o mar. Está em todas as pessoas que passam, mas não são. Está no amanhecer gelado de inverno, e na noite quente que cai macia. Está em tudo que me privo… e em absolutamente tudo o que me permito. Está no colorido do reflexo do sol na gota de chuva, na gota de lágrima, na gota de mar que seca na pele.
Você faz parte dos meus dias como uma parte sua que me permiti ter, e tenho, e gosto, mesmo sem conhecer por inteiro. Escolhi sua parte dourada pra carregar por dentro, e me parece tão completa que me basta.
Desculpa, mas não sei como terminar. Não sei se quero; não quero. Mas não sei deixar no infinitivo o que infinito já é por si só, o que gira em torno de mim sem que eu escolha, o que não me pede permissão pra ser, e invade, e é. Assim sol, indiferente às cortinas das minhas janelas, indiferente à noite, à chuva ou ao tédio.  Invadida que fui, não pedi permissão pra dizer… apenas disse.
É injusto não mostrar pra alguém todo o bem que esse alguém faz, mesmo sem saber.  Não sei se devia, se devo ou não. Sequer sei o que será agora. Não sei nem o que é… aliás, sei. É sol. Só sol. Iluminando mais um rascunho mal feito de tudo o que eu preciso dizer, mas não sei como.
Desculpa.

Anúncios

cê jura, catho?

Pra quem ainda não sabe, estou disponível no mercado de trabalho em busca de novas oportunidades e desafios, a fim de aumentar meu networking e meu campo profissional procurando emprego. Daí que quando você tá procurando emprego, você assina aquela merda da Catho, porque né. Daí de vez em quando te ligam pra entrevistas, e tal. Pois bem.

Sexta-feira passada me ligaram pra um processo seletivo hoje, às 10h. Quando falaram ‘processo seletivo’ eu já deveria ter ficado esperta, porque entrevista é muito diferente de processo seletivo. Processo seletivo envolve a maior palhaçada que esse povo de RH poderia criar na vida DINÂMICA DE GRUPO, RISOS. Mas tá, fui. No caminho, presa no trânsito, eu já fiquei me perguntando por quê diabos eu acordei cedão pra pegar a 23 e a Radial numa segunda-feira pra ir num “processo seletivo” de uma empresa de um ramo nada a ver comigo com um salário xôxo. Quase fiz o retorno e voltei pra casa umas 3x, mas persisti.

Chegando lá, entrei num lugar que parecia um consultório médico mal acabado, e vi dois caras com pranchetas. Pranchetas são mal sinal, significa que você vai ter que preencher um questionário imenso pra saber se você tem cérebro de mico. Um dos caras tava de terno e gravata (oi?!), o outro tava de TÊNIS (OIIIIII???). Ok. Ganhei uma prancheta também e fui fazer minha prova com redação, na RECEPÇÃO SO LUGAR. Tô lá focada no poema que tinha que ler (oiiiiiiiiii????) e chegou uma mulher que tinha um brinco de CLAVE DE SOL (OIIIIIIIIIIIIIIIIIIII???). Depois disso chegou uma de cabelo curto de jeans e moleca no pé, com uma tatuagem horrorosa na costela e uma camisa curta que mistrava a barriga E A TATUAGEM (OIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII?????????). Daí chegou um negão gordo de CALÇA XADREZ E TENIS NEW BALANCE.

tumblr_lb2sltLgqz1qd6hb7

Nesse momento eu quase pedi se podia ir buscar minha dignidade no carro e me mandar dali.

n22

De coração, fazer entrevista com esse tipo de concorrência não dá.  Mandei um sms pra minha amiga (beijo, @thaisghion) perguntando se era muito HORRÍVEL sair correndo. Mas antes de ela responder, o cara do RH chamou pra ATIVIDADE EM GRUPO.

bete

Eu acho que fazia tempo que eu não queria TANTO morrer. Quando já estava lá dentro, recebi um sms da amiga a respeito de ser horrível ir embora: “Não. É sincero”. Ri sozinha, respondi que já era tarde de mais, guardei o celular e participei da “””””””””””””””atividade”””””””””” em grupo. É. Daquelas com crachá e tudo.

yrt

Descobri que o único cara lá que cursou algo digno de concorrência era o de tênis, o primeiro, da calça não-xadrez. Viúvo, de 38 anos. Ex dono de uma empresa blablabla. Na boa? Um cara de 38 anos disputando COMIGO uma vaga de emprego não merece meu respeito. Com 38 anos eu quero estar ganhando OITO VEZES o que essa vaga pagava, no mínimo. Sério. Fora que certeza que o emprego de merda vai ficar pra dos brincos de clave de sol (oi, gente. oi.), pois além de tia e mala como a empresa, ela ja tinha trabalhado em coisas parecidas com aquilo.

tumblr_lg0duwFUKC1qevrje

Enfim. Quando a tortura dinâmica acabou, me enfiei no carro em menos de 3 minutos e vim embora pensando que se me chamarem pra uma segunda etapa, eu não vou nem atender o telefone. Já no carro, vi 3 SMS da amiga, que me fizeram gargalhar o caminho todo até em casa. Olhem só:

“Hahahahaha eu tava em reunião, pô! SUGESTÃO: zoa a dinâmica e faz tudo errado. Sugestões: fale as hell e fale sobre algum seriado sem parar, use de exemplo em cada frase que você disser, como se algum personagem fosse seu herói de VIDA. Deixa o cel pra tocar que mando 3564837327 msgs barulhentas. Finge que atende e dai fala GRITANDO: o que?! Chegaram os abadás??? Nãããooo acreditooooooo!!! Gente to indo que chegaram os abadás!!! Daí você vai embora cantarolando Ivete. “Acelerae o coração, hoje é dia de ivete!!”

180px-Barril8

~todos chora de rir~

 

Fim.

Prorrogação do 2º tempo

Segundo astrólogos, numerólogos e enchedólogos de linguiça, o Inferno Astral da pessoa começa 30 dias antes do dia do aniversário. O meu começou dia 15 de dezembro. Pois bem. O 1º tempo do meu Inferno Astral foi sensacional. Fui pro Rio 2x, uma delas pra passar o ano novo SEULINDO em Copacabana essa semana o mar sou eu, vendo a festa de fogos no rabo na beira da praia. Inesquecível, lindo. Até os vôos fodidos e atrasados da Webjet deram certo, saímos no horário e voltamos pra Congonhas ao invés de Guarulhos, de graça.

cirilo

Mas daí…

Daí dia 3 começou o 2º tempo do Inferno Astral. Volta à labuta. Crises constantes de dor de cabeça, pepinos e mais pepinos. E mais pepinos. E gente, eu ODEIO pepino com muita força, acho que tem gosto de melancia, mas não é melancia, é pepino, e eu odeio pepino. No dia 10, mais especificamente, foi um dia tão cagado, mas tão cagado, que se eu soubesse tinha saído com uma Pampers enfiada na cabeça. Foi um dia em que saí de casa UMA HORA antes do trabalho mais especificamente, pra chegar lá no horário. Nesse dia uma porra de uma kombi caiu na puta que pariu de não sei onde, e o trânsito ficou completamente parado. Pra ajudar, quando cheguei – atrasada – não tinha vagas na rua. Sim, porque esses donos de botecos de merda acham que a rua é deles, e colocam cones e pedaços de concreto na frente do estabelecimento (sic) deles, pra que ninguém estacione. R$15 de estacionamento pelo 4º dia consecutivo. Faz as contas. Na mesma manhã soube que minha viagem pra Pipa no carnaval tinha miado. À tarde, recebi notícias desagradáveis. No fim do expediente fiz uma cagada manumental e deletei uma planilha que havia feito manualmente por 2 anos. Tá bom pra vocês? “Nããããooo, tia Muuuuurissss"!!”. Bem crianças, então saibam que não terminou por aí! Alegre No dia do meu aniversário tive uma crise de enxaqueca no meio da festa por que a lente infeccionou meu olho, e cheguei em casa chorando de dor. Vocês pensam que terminou? Nããããoooo! Smiley de boca aberta Na segunda-feira fui convidada pra conversar (sic) na salinha de reuniões com os diretores da empresa. RS. ~todos tem medo~ CLARO que foi pra me contarem sobre uma reestruturação bacaninha na minha área e blablabla. Conclusão: juntei meus panos de bunda e vim embora pra casa. 

Esse tempo todo, levei numa boa e tirando aquele mal estar comum de não ter muito o que fazer fora procurar vagas e coisas do tipo. Mas daí teve hoje.

Daí teve 9h de viagem de ônibus com tosse e dor de cabeça, seguida de uma entrevista que atrasou um pouco (apesar de ser pra uma vaga que quero muito, torçam aí por mim meninos e meninas seus lindo) e de um trânsito na Marginal que, tenho certeza, é como o caminho do inferno (eu acho que quando você é ruim e morre, quando vai pro inferno, você não é empurrado um poço abaixo por um anjinho sacana ~rs~ e cai no caldeirão do hulk capeta não. Eu acho que você tem que pegar um carro sem ar condicionado e atravessar São Paulo inteirinha pela Marginal às 18h, até chegar no inferno, pq é aí que começa seu castigo galero), acabei não conseguindo chegar em outra entrevista, que era às 18h30. OKAY RS NÃO VOU FICAR CHATEADA. Smiley nerdpensei eu inocentemente. Daí fui linda no mercado comprar alguma coisa pra comer, cheguei em casa, tomei 500mg de paracetamol (que é fabricado no céu junto com tylex e miosan) , coloquei uma coca pra gelar e deitei aqui. Fui pegar a coca delícia agora pra ver se melhorava minha tosse filhadumaputa e ORA VEJAM VOCÊS! Abri a garrafa e apertei ela sem querer, o que resultou num jato de coca cola subindo aos céus e caindo diretamente na comida das gatas e na manga do meu pijama limpo que acabei de tirar da mala.

niagara

Aí lindos, foi de MAIS. PRECISEI vir aqui descarregar essas energias negativas que estão PAIRANDO SOBRE MIM nessa prorrogação do segundo tempo do meu inferno astral pq OLHA, NÃO TÁ FÁCIL PRA NINGUÉM. Sejam bonzinhos, peguem maus fluidos que emanam desse post pra vocês. Se cada um pegar um pouquinho isso só vai dar uma dorzinha de dente ou uma topadinha com o dedinho na cama pra vocês, mas pra mim lindos vai resolver a vida. Vamo tá fazendo isso? Pq eu não acendo mais nem vela que é capaz de por fogo na casa.

Muito obrigada pela atenção e fica aqui o meu apelo. Se vcs nao puderem ajudar pelo menos xinguem a mãe do juiz e avisem ele que 11 dias de prorrogação de Inferno Astral é DE FODER.

Att.

Já não tenho dedos pra contar…

Então, daí que eu tenho tanta coisa pra contar aqui nesse blog que eu realmente não sei se a preguiça o trabalho acumulado aqui na senzala empresa vai deixar eu escrever de uma vez, mas vamos tentar.

Bom, dia 27 teve show da Maria Rita no HSBC. Não ia no HSBC desde junho de 2008, quando assisti o primeiro e único show da turnê Dois Quartos da Aninha (nem quero me extender no assunto, pois perdi Credicard Hall em novembro de 2008 por ter ficado doente e isso me angustia até hoje quando vejo o ingresso guardado na gaveta). E posso falar? MUITO BOM. A fofa canta muito, o show é lindo, o cenário é lindo, e ela faz você se sentir dentro do DVD, literalmente. Animada, canta muito, dança muito, faz caras e bocas fofíssimas! Interpreta cada canção de um jeito que só ela sabe! Nas três últimas músicas, e no bis, ela fez todo mundo levantar (eu subi na cadeira bjs) e transformou o HSBC numa roda gigante de samba deliciosa!! SENSACIONAL! Amei muito!

maria-rita-por-marcos-hermes-hg-20091216

Fofa!

PRIMEIRA

Definição em 3 palavras: poxa, que coxa!

Mudando de assunto, gostaria de deixar registrado aqui que nunca uma coisa que tenha me deixado tão mal e tão pra baixo na vida tenha gerado frutos tão legais. E queria deixar registrado também que uma das coisas mais deliciosas do mundo inteiro são amizades novas que se mostram tão boas que a sensação que se tem é que elas existem há tantos anos que você nem consegue contar. Realmente, as pessoas se enfiam no coração da gente quando a gente menos espera. E são as melhores! [/mulherzinha]

Pronto, era só pra não perder o costume e a viadagem. Esperem, meu cabritinho Lilico está pedindo uma amora que guardei no bolso do meu vestidinho de chita com babados.

(…)

Falando em amizade, só digo uma coisa: poucas pessoas me viram tão feliz da minha humilde vida quanto as que estavam ao meu lado na quarta-feira da semana passada. Explico. Sabe quando você quer desesperadamente ir em um lugar, mas não consegue uma única alma das almas bondosas que você conhece pra ir com você? Então. E sabe quando você quer tanto, mas tanto, que está quase indo sozinho, apesar da várzea que é ir sozinho, e daí numa última tentativa você convida a pessoa que você menos esperaria que aceitasse, e a pessoa aceita tão rápido e empolgada que você nem acredita? Então.

DSC05648Ju, EU-TE-AMO!

A alegria de assistir isso:

AO VIVO, mesmo que de longe e da arquibancada, não tem NENHUM preço DO MUNDO que pague!!!!!

E falando em nenhum preço do mundo que pague alguma coisa, esse final de semana fui pra Ribeirão na casa dasamiga. E tipo. Fazia bastante tempo que eu não dormia tão pouco em um fim de semana que tivesse me valido tanto a pena. Porque ficar até 8h da manhã tocando violão, sair e beber tanto a ponto de mandar pro inferno qualquer juízo e nem se arrepender, são coisas que só boa companhia faz por você!

Aliás, falando em boa companhia, algumas pérolas básicas desse final de semana precisam ficar registradas, né Fran?

Pérola #1

Tay tocando violão. Eu cantando. Fran de bode. Fran diz, querendo dar uma de sarcástica:

– Toca uma música de Igreja.

(risadinha do tipo ‘calaboca’)

É. Toca Rosana nas Alturas.

Pérola #2

Tay tocando violão, uma das 19013871239763 músicas sertanejas da pasta dela. Eu cantando. Fran de bode. Eu digo:

– Putz, essas músicas antigas do Bruno e Marrone são lindas, né?

Tay diz:

– São. Ow, eu tenho Bijuteria aqui!

Fran diz:

– Jura?! E você nem me mostrou!!

Pérola #3

Eu, Fran, marido da Fran (cuja identidade será preservada) e Tay na balada.

Chega um cara.

Nossa, umas moças tão lindas, blablablablablabla whiscas sachê blablablablablabla whiscas sachê blablabla qual seu nome?

Eu digo:

Joana.

Ele diz:

Prazer, Joana. E o seu? (pra Tay)

Fran diz:

Ela chama Iracema.

Cara diz:

Nossa… que nome lindo…

Eu digo:

É, e ela chama Ana Rita.

Fran diz:

Ana Rita, Joana, Iracema e a Carolina foi no banheiro!

(risadas histéricas) (cara sem entender lhufas) Ele diz:

Prazer, meninas. Meu nome é José!

Eu digo:

E agora, José!?

Depois dessa o José foi embora.

(pra quem não entendeu, clique aqui.)

Foi muito bom. MUITO! Quero mais e mais e mais! Não vou conseguir esperar até Janeiro. Fato. Ah, se a aquela almofada falasse, hein ô Fran? HAHAHAAHAHAHAHAHAAH!!!

Falando em Janeiro, só quero dizer que meu aniversário de 2010 será o melhor aniversário de todos os tempos. Porque passar 3 dias no Rio com duas das suas melhores amigas do planeta num hotel na Barra de frente pra praia e coroar tudo isso com “o” show do ET – abêia – mais FOFO de todos é coisa que tem nem como dar valor aqui não. Fica assim subentendido como uma idéia que existe na cabeça. Prontofalei.

DSC05650

E é isso. É, até que deu pra falar tudo, mesmo o sinhôzinho chefe por perto!

ps: a música tocando lá em cima é a que marcou o final de semana… 🙂 E essa música aqui de baixo é coisa interna… Quem entender levanta o mouse! \o/°

Beijones [/totonho]

Esse vai prasamiga

Acho bastante divertido o quanto algumas pessoas conseguem ser ridículas, idiotas, infantis e babacas. Bastante, mesmo. Muito mais divertido, inclusive, pelo fato de que quanto mais essa gente pensa que está atingindo, mais divertido fica! Acho chique! Acho digno![/pretagil]

Outra coisa interessante, é notar como sentimentos conseguem nos deixar cegos para coisas que pulam na nossa frente como mascotes de torcida de futebol envoltos em luzinhas pisca-pisca de Natal e com os dizeres OI, TUDO BEM? em neon na cabeça. E nos deixar surdos para verdades sendo gritadas com toda a força que pulmões de muitas pessoas podem ter, diretamente no seu ouvido.

Mas o lado bom é que nenhum sentimento, no mundo, dura pra sempre. Nem a paixão, nem o amor, nem a raiva, nem a tristeza, nem a alegria, a paz, nenhum. Em algum momento, por mínimo que seja, o sentimento que você carrega aí dentro vai dar uma trégua – quem sabe pra descansar um pouco de você e do seu coração meio maluco – e então você vai ver. A intenção do seu sentimento aí é só relaxar um pouco, acredite. Mas ele não espera (sentimentos são meio burros) que você vai ficar enquanto isso. E nem que você vai bater o olho naquele mascote de torcida iluminado não antes de ouvir tanta gente gritando a verdade pra você, e vai ficar em choque. A realidade choca, afinal, né Brasil? E depois de ver, e de ouvir… o sentimento morre antes mesmo de pensar em voltar pra dentro do seu coração. Simples assim. A paz fica inquieta, a raiva apanha na cara, a tristeza vê como estava sendo idiota, a alegria se deprime, a paixão se desilude e o amor se transforma nisso: choque.

Mas né. Faz parte. Tudo na vida é aprendizado, diria minha prima. E antes ver as coisas tarde, que ver mais tarde ainda. Muita gente entra em nossas vidas o tempo todo, e as únicas que ficam são as que valem a pena. A peneirada quem dá são as situações, os fatos, a convivência… Reflita. 😉

Mudando de assunto, gostaria de deixar registrado aqui que acho DIGNA a quadrilha formada para o #ShownoRio2010! HAHAHAHAHAAHAHAHAHA! Afinal de contas, o pai de uma mexe com eventos, a outra tem uma amiga de faculdade que não vê há anos, outra trabalha na Nokia, a outra tem ALTÍSSIMOS contatos. BAPHO, GALERË!! Estamos quase sendo investigadas pela Polícia Federal, e saindo no Fantástico, com mosaico na cara! E iam mostrar um gráfico, daqueles da Globo, para alertar a população do teor da bandidagem, que seria mais ou menos assim:

cilada

 

HAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAA!!!!!!

Pra quem entendeu: toca! o/

Pra quem não entendeu: bjomeliga.

N9ve

Bom, em primeiro lugar explico que o post demorou pra sair por motivo de força maior: preguiça.

Bem, por onde começar?

Sexta-feira, rodízio furado, destino: Blue Tree da Faria Lima. Percurso de 5minutos, demorei quase 50. Ok. Cheguei no hotel. Tá, vamos por partes. Não foi só assim – cheguei no hotel. Não. Eu cheguei no Blue Tree. Chiquérrimo, já veio a mocinha de uniforme abrir a porta pra mim e tals. Beleza.

– Tem bagagem, senhora?

– ….tem.

Abri o porta-malas, peguei uma sacola cheia de roupas, mais duas do Extra. Uma com uma sandália, outra com 10 pares de antenas coloridas. Vocês leram? DO EXTRA. Assim, entrei no saguão do hotel com sacolas. DO EXTRA. Legal. Tá.

Fiz o chek-in.

– Qual o andar?

Nono.

Oi?! Não, pera. OI?! NONO ANDAR? Como assim, Brasil!? Na hora veio na minha cabeça todos os noves de todas as coisas somadas, há meses. Mas beleza, deixei pra lá.

Subi, e faltava a parte principal: as meninas chegarem. Liguei pra elas infinitas vezes, até que elas finalmente chegaram! 20h30. O show era às 22h.

– Oi! Oi! Oi!

COOOOOOOOOOOOOOORRRRRRRRRREEEEEEEEEEEEEEEE!!!

Toma banho – seca cabelo – maquiagem – troca de roupa – arruma mais o cabelo – muda o brinco – pegou tudo? – cadê o cartão do quarto? – Tem que carimbar o estacionamento! Enfim. Saímos do Hotel 21h35. É isso mesmo que vocês ouviram. Agora sabe qual a melhor parte? Estava trânsito. E sabe o que é ainda mais digno? Errei o caminho. Tipo. Ao invés de subir a ponte e crizar a marginal, eu peguei à direita. Sussa assim. QUER DIZER. 22h15 e eu desesperada cantando pneu, perguntando pro tio do Vallet de um restaurante COMODEUSPELOAMORDEDEUSEUCHEGONOCREDICARDHALL.

Bem, muita correria e R$20 pro flanelinha depois, entramos. Deu tempo só de tirar uma foto com Totonho e Barbousa, e anunciaram o show. AÊ ANINHA! VALEU! ESPEROU A GENTE CHEGAR! O show começou 22h45, e… bom. Preciso falar alguma coisa? Se precisa, vou resumir em uma palavra: chorei.

Estréia maravilhosa. MA-RA-VI-LHO-SA. Entrada triunfal. Apareceu por entre as nuvens de um céu azul, cantando. Simples assim. COMOFAS/]

DSC00978

DSC00979

Morri. Morri n9ve vezes! Alacka!

Bem, o show foi todo lindo. Todos os textos, todas as surpresas, todas as mudanças. Todos os sambinhas, o pandeiro, o velho que se faz sempre novo, de novo. Tudo. Uma seleção de não todas as músicas mais queridas, mas das melhores entre as mais queridas. Ou não. É tão difícil selecionar.

DSC01167

O Cristo de Madeira que mudou a levada, com um instrumental de Construção do Chico, no meio.

Falando em misturas, Aninha cantou a famosa Bom dia, da Zizi, além de Odeio, do Caetano, misturada a Eu nunca te amei, idiota!

Já pode gritar?!

Traição no piano. Ah, o piano. Aquele piano… que sob luzes vermelhas apresentou-se, como me foi bem dito, como um clima de “cabaré, fim de noite”. E eis que…

DSC01096

Comassim, Bial?! Cadê a cinta-liga prometida? Ah, e piano não é bem um CANO, mas tudo bem. Desta vez a gente te libera, Souza. *_________*

DSC00992

A música Era, que por si só dispensa comentários. Resta, cantada assim, sem a dupla. Um show dela e apenas dela. Um espetáculo, com uma produção absurdamente linda. Tudo! Até a falha técnica ficou engraçada. Sem contar, clara e obviamente, a versão de Essa Mulher, do Arnaldo Antunes, que na minha opinião deveria se transformar no HINO DA MULHER SOLTEIRA – e feliz! Ou ainda na melhor resposta para se dar aos ex-namorados que não deram assistência…

O melhor é a cara que ela faz! HAHAHAHAHAHAA! Bjs

Sensacional.

Sempre de bom humor, mesmo quando nervosa com algum problema. Aninha, desta vez, fez até chover. Uma cortina de água começou a cair, no meio do palco, enquanto cantava Corredores. Lindo, mesmo.

DSC01108(1)

Não há comentários. Não tem o que se dizer. Mesmo o balde com 6 latinhas de Itaipava custando R$35, o atendimento da casa é muito bom, e não deixa absolutamente nada a desejar, de nenhuma maneira. Os shows foram PERFEITOS!

No sábado ainda, conforme prometido, fomos de anteninhas… Vocês já viram a Souza fantasiada de abelha? Então vejam: antena amarela com terno preto. SÓ FALTARAM AS ASAS!

Coisa fofa!

Como ela pegou e virou, tudo o que consegui registrar foi isso:

DSC01185

HAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHA!! Diria a Iris:

“Abelhinha, abelhinha, abelhinha, vôou! Pousou na minha mão! E depois…”

Lindo! Tudo lindo! 🙂

Sem contar todas as pérolas, como a Fran cantando o segurança, chamando ele de Cláudia e mandando ele sentar lá. Ou coisas do tipo:

Tay: Ah, não gostei do vídeo. A Ana deveria ter cantado a parte do Joh Legandsswdhdbon.
Eu: Oi? De quem?

Tay: John… Lennond.

Ou ainda:

Fran: blablablabla eu mal falo com ela no Twinter.

Tay e Eu: Onde?

Fran: … No Twinter.

Ou ainda:

Nós: Não, ela não abriu o camarim.

Carol: Afff, vontade de dar um tapa na testa de amolar machado!!

HAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAAHAHAHAHAHA!! MORRY N9VE VEZES!

O Final de semana foi ótimo. Tirando, claro, contratempos, mau entendidos, decepções que, depois, entendeu-se serem infundadas e algumas lágrimas.

Mas… tudo bem. Tudo faz parte, e tudo passa, até a uva, diria a minha avó. E quem ama, mas ama mesmo, entende de novo, e acredita de novo, e ama cada vez mais. Fazer o quê, né Bial? O coração não cabe em si.

E agora nada mais que um merecido bjomeliga triplo:

DSC00937(1)

Porque eu acho CHIQUE!

Pequena obs: Os vídeos não são meus, pois os meus não ficaram com tanta qualidade. Mas as fotos, sim!

Se eu conto, ninguém acredita.

O meu fim de semana foi, desde a meia noite de sábado até agora, movido por muitas travessuras e confusões num clima de muita paquera e azaração.

Sair sexta-feira foi uma viagem. Fui quase parar em Belo Horizonte e voltei, se eu conto, ninguém acredita. Acho que de quilômetros rodados foram uns 100, sem mentir. Encher o tanque 2x em 12 horas? Acho digno! HAHAHAHAA! A saga terminou em casa 17 horas depois. Acho que contar as trapalhadas e peripécias seria desnecessário aqui, se é que o ambiente e horário permitiriam. Mas como diria nossa grande e eterna amiga Simone: Então é Natal…

Eis que ontem chego em casa e leio no Twitter que, em menos de 12 horas de pré-venda liberada, as melhores mesas disponíveis pro show da Ana estavam simplesmente se esgotando. S-U-R-T-E-I. Começou, junto com mais três amigas, A SAGA PELO INGRESSO ANTECIPADO – O INICIO. Liga pra um, pra outro, pra mais outro. Até ex namorado de uma recebeu ligação pedinte pelos cartões aceitos. MENDIGANDO MESMO, sem vergonha na cara ou orgulho no coração! Liguei pro ex-chefe, pros amigos, pro meu pai. Nada. Meu pai ainda me disse:

– Abre uma conta no Citibank e pede um cartão deles.

Oi? Abrir conta e pedir cartão demoraria tantos dias úteis que a pré-venda já teria acabado – junto com as mesas. Ou ele pensa que as mentes sem noção das loucas não tinham pensado nisso?

Eis que surge no meu MSN uma fada de luz e muito brilho, dizendo que tinha o cartão pra emprestar na segunda-feira. E eis que surge do além uma outra, de luz CINTILANTE, que tinha o cartão pra emprestar ONTEM. Sério, tive um orgasmo epitelial, tipos a amiga louca da Vani naquele episódio do nojinho do cabelo do Rui no macarrão. Acho que meus olhos brilharam dois $$ igual desenho animado do Pica-Pau com o lobo. Juro.

Bom, daí vem A SAGA PELA COMPRA DO INGRESSO ANTECIPADO – A LUTA.

A amiga de Cuiabá ligando pra Ticketmaster em São Paulo, enquanto eu pegava os dados do cartão de Juiz de Fora e ia repassando. Depois de QUASE DUAS HORAS, a compra foi efetuada. AXÉ, MEU ORIXÁ! Puta que pariu!!! Foram preciso 4 estados diferentes do país pra realizar a porra da compra dos ingressos que ainda por cima serão enviados pra MINAS GERAIS!

Mas deu certo. Agora estamos na SAGA PELO INGRESSO ANTECIPADO – AGUARDANDO CONSTAR NA FATURA. Só quando aparecer na fatura da alma bondosa QUE VEIO DO CÉU ILUMINAR NOSSOS CORAÇÕES, que teremos certeza que a mesa D-10, no sábado, será só nossa! 😀

Foi cansativo… mas me digam se não vale a pena pra ver essa coisa mais linda bem de pertinho?

Bom. Depois disso, nada como uma boa faxina pra eliminar os vestígios de Tica e Teca da minha sala, não é mesmo, Brasil? Com direito a passar Veja no sofá da sala. E olha. Eu sabia que a minha gata gosta de cheiro de desinfetante – mais precisamente qualquer tipo de água sanitária, mas o que presenciei ontem foi muito engraçado. A louca subiu no sofá ainda úmido, e ROLOU. Ela cheirava o produto e SE ESFREGAVA nele. Jemt. Será que dá barato? Qualquer dia que não tiver doisreau pra cerveja vou me esfregar num pano com Cândida.

Tica loki das dorgas Tica loki das dorgas

 

Bem. Depois de dormir no sofá, as usual, e acordar toda travada hoje cedo, também as usual, fui no cinema. Assisti o filme novo do Tarantino que, dá licença? Conseguiu superar o posto do Lars Von Trier na minha lista de final-mais-sangrento-e-vingativo, que tinha o Dogville. A-M-E-I. Meu DEUS, como o Brad Pitt consegue dar O TOM de sarcasmo a tudo que ele faz? O filme é um dos melhores que eu já vi, e olha que eu já vi filme. Recomendo dez vezes. É um que eu vou ver de novo, sem a menor sombra de dúvidas. E o Hitler putchenho? Muito bom.

 

E como o bom filho à casa torna, vou sossegar o meu rabo. Este final de semana foi, como eu disse, estilo filme de sessão da tarde. Ou da madrugada né, Brasil?

Agora vou indo e acho que vou fazer igual a Tequila tá com mania de fazer ultimamente: me esparramar no sofá de perna aberta.

Tequila esparramadaTeca esparramada. Reparem no pezinho pra trás. 

 

Beijomeliga.


Muris in the air

Acho que posso considerar este blog como uma espécie de sanatório particular. Psicanálise digital. Do tipo: eu reclamo, você lê. =o)

Contando e rodando!

  • 33,771 caídas de para-quedas por aqui...

Twitter

Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Submarino.com.br

Patrocinado

CDs - Submarino.com.br
novembro 2017
S T Q Q S S D
« mar    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

%d blogueiros gostam disto: