Exercitando a paciência. Capítulo I: no supermercado.

Hoje eu fui no supermercado fazer umas compras. Eu normalmente gosto de fazer compras, exceto pela parte de chegar em casa e guardar tudo.
Lotado, cheio de gente fazendo compras de mês, aquelas filas quilométricas. As pessoas parecem que estão ali disputando com você os produtos das promoções, e não fazendo compras de coisas que estão em falta em casa.
Eu adoro cebola, e fui pegar algumas. Tinha um monte de gente ali, e um cara, aparentemente inofensivo, escolhendo as dele. Conforme fui procurando as cebolas que eu ia querer, vi que elas estavam meio descascadinhas, machucadas. Comentei com ele:
– Credo, estão feias, né?
E ele, com ar de desdém:
– É, mas a R$0,38 o quilo você queria o quê?
GROSSO. Eu nem tinha visto o preço da cebola. Frutas, legumes e verdura são o tipo de coisa que, na minha opinião, você compra por quê acabaram na sua casa, e por quê estão bonitas na prateleira. É diferente de escolher um pacote de macarrão mais barato. Enfim. Parti pros tomates. Peguei um lindo, vermelhinho com "cabelinho" verde em cima, e ele tava sujo com alguma gosma  de um tomate primo dele que estragou no caminho. Sujei a mão e falei:
– Eca, que nojo.
Mas falei pra mim mesma. Nisso uns meninos que estavam por ali me olharam com cara de "fresca".
Fiquei na minha.
Por todos os lados tias de tênis no celular berrando:
– Tô aqui no ovo!!!! Tá R$1,99 a dúzia mas tá acabando, cê qué que eu pegue pra você?? Ahn??? Não tô ouvindo!!! ME ENCONTRA NA PEIXARIA! PEIXARIA!!
Mercado de peixe – mesmo.
Peguei o resto das coisas que eu queria e fui pagar.
Depois de 500 anos esperando na fila do caixa, quando chegou minha vez de ser atendida, uma das caixas ali perto simplesmente SURTOU. Eu não sei se com algum cliente, ou algum colega. Eu só sei que a mulher saiu correndo do posto dela berrando, e de repente tinha uns 3 segurando ela e mandando ela se acalmar. E ela continuou berrando. Todos – gregos e troianos – ficaram estáticos e automaticamente amigos compartilhando a cena e comentando entre si sobre o absurdo. Eu, por minha vez, virei pra moça do caixa em que eu estava e disse:
– Nossa, o que aconteceu?
E ela:
– Ah, eu não sei não, moça. Mas ela tava de licença, coitada. Voltou faz uma semana. Ela sofre de sistema nervoso.
Engoli. Respondi um simples:
– Ahm…
– É. Mas sabe viu moça, eu acho que a gente que trabalha assim tem que ter paciência. Tanto com os clientes quanto com os colegas, por que aqui tem muita gente grossa. Eu por exemplo AMO meu trabalho, por quê eu AMO trabalhar com o público. Sempre trabalhei com o público. Meu irmão trabalha no Zoológico, e eu não ia suportar o silêncio. Amo público! Amo barulho! Já até trabalhei na feira, de tanto que gosto de trabalhar com público.
Foi de mais. Saí de lá agradecida de só ter que voltar daqui um bom tempo.

Anúncios

5 Responses to “Exercitando a paciência. Capítulo I: no supermercado.”


  1. 1 Iris 03/11/2010 às 22:17

    Que SAGA!!!

    IUHEIHEIUHEIUHEIUHEIUHEUIEHUIEHIUEHU

  2. 2 Taynã 03/11/2010 às 22:29

    HAUhAUHAuAHUAhUAhUAhUAh QUI BOM !!

  3. 3 Thais 04/11/2010 às 08:16

    Tem uma vaga no zoológico pra mim?

  4. 4 fran 05/11/2010 às 08:47

    eu fiz um comentário porém o wordpress não aceitou pq nao preenchi os campos obrigatórios…. daí perdi o tesão e só falei merda

  5. 5 lululu 07/11/2010 às 13:42

    tiop el amu trabaliar com o publico, obrigado


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Muris in the air

Acho que posso considerar este blog como uma espécie de sanatório particular. Psicanálise digital. Do tipo: eu reclamo, você lê. =o)

Contando e rodando!

  • 33,458 caídas de para-quedas por aqui...

Twitter

Erro: Assegure-se de que a conta Twitter é pública.

Submarino.com.br

Patrocinado

CDs - Submarino.com.br
novembro 2010
S T Q Q S S D
« out   dez »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

%d blogueiros gostam disto: