Amigo, um ensaio

noticia_12356

Difícil querer definir amigo. Amigo é quem te dá um pedacinho do chão, quando é de terra firme que você precisa, ou um pedacinho do céu, se é o sonho que te faz falta.
Amigo é mais que ombro amigo, é mão estendida, mente aberta, coração pulsante, costas largas. É quem tentou e fez, e não tem o egoísmo de não querer compartilhar o que aprendeu. É aquele que cede e não espera retorno, porque sabe que o ato de compartilhar um instante qualquer contigo já o realimenta, satisfaz. É quem já sentiu ou um dia vai sentir o mesmo que você. É a compreensão para o seu cansaço e a insatisfação para a sua reticência.
É aquele que entende seu desejo de voar, de sumir devagar, a angústia pela compreensão dos acontecimentos, a sede pelo "por vir". É ao mesmo tempo espelho que te reflete, e óleo derramado sobre suas águas agitadas. É quem fica enfurecido por enxergar seu erro, querer tanto o seu bem e saber que a perfeição é utopia. É o sol que seca suas lágrimas, é a polpa que adocica ainda mais seu sorriso.
Amigo é aquele que toca na sua ferida numa mesa de chopp, acompanha suas vitórias, faz piada amenizando problemas. É quem tem medo, dor, náusea, cólica, gozo, igualzinho a você. É quem sabe que viver é ter história pra contar. É quem sorri pra você sem motivo aparente, é quem sofre com seu sofrimento, é o padrinho filosófico dos seus filhos. É o achar daquilo que você nem sabia que buscava.
Amigo é aquele que te lê em cartas esperadas ou não, pequenos bilhetes em sala de aula, mensagens eletrônicas emocionadas. É aquele que te ouve ao telefone mesmo quando a ligação é caótica, com o mesmo prazer e atenção que teria se tivesse olhando em seus olhos. Amigo é multimídia.
Olhos… amigo é quem fala e ouve com o olhar, o seu e o dele em sintonia telepática. É aquele que percebe em seus olhos seus desejos, seus disfarces, alegria, medo. É aquele que aguarda pacientemente e se entusiasma quando vê surgir aquele tão esperado brilho no seu olhar, e é quem tem uma palavra sob medida quando estes mesmos olhos estão amplificando tristeza interior. É lua nova, é a estrela mais brilhante, é luz que se renova a cada instante, com múltiplas e inesperadas cores que cabem todas na sua íris.
Amigo é aquele que te diz "eu te amo" sem qualquer medo de má interpretação: amigo é quem te ama "e ponto". É verdade e razão, sonho e sentimento. Amigo é pra sempre, mesmo que o sempre não exista.

Marcelo Batalha – 20/10/96

Anúncios

9 Responses to “Amigo, um ensaio”


  1. 1 fran 20/07/2010 às 11:52

    TE AMO….. AMIGA IRMÃ…

  2. 3 Iris 20/07/2010 às 12:09

    Um dos presentes que a vida me deu, assim, de surpresa, mas que marca pra sempre…foi você!!!
    Nem tenho palavras pra dizer o quanto sou grata por poder te chamar, sem medo de errar, de MINHA AMIGA!

    Te amo tanto!

    (L)

    “(…) mensagens eletrônicas emocionadas. É aquele que te ouve ao telefone mesmo quando a ligação é caótica, com o mesmo prazer e atenção que teria se tivesse olhando em seus olhos. Amigo é multimídia.”

  3. 5 Chu 20/07/2010 às 12:19

    AWWWN ❤

    "É quem já sentiu ou um dia vai sentir o mesmo que você."

    O que eu acho mais curioso na nossa amizade é que a gente sempre acaba passando por situações iguais, mais cedo ou mais tarde (tipo, namoro à distância).

    AMO TU!

  4. 7 lululu 20/07/2010 às 16:06

    Eu queria te dizer, que aqui, bem aqui neste blog lindo, existe uma âncora firme e grande. Essa âncora tem músculos e sangue, chama-se coração! E a cada batida ela faz mais ou menos esse som: “Lu, Lu, Lu…” E sabe por que este espaço me deixa tão confortável? Por que me sinto em casa… Me sinto como se aqui tivesse o cheiro dos móveis antigos e do lençol já batido, o qual não consigo dormir sem. E pelo som. Foi este que nos uniu? Não, rs, foi outro som, mas esse, aqui dentro que nos faz unidas, e ele é mais ou menos assim: “Mu, Mu, Mu”

    Te amo, cefet!

  5. 8 Thais 20/07/2010 às 16:11

    No modo, dos jeitos mais diferentes, é que somos iguais!

    É a teimosa mais amada da minha vida. Sabe quando você acha que as pessoas passam, sempre? Então. Ela ficou, pra sempre.

    Só com a Muris chorar e doer são bons: Chorar de rir e doer a barriga. Tem companhia melhor?

    TE AMO, ENCRENCA.

    • 9 Thais 20/07/2010 às 17:12

      “Amigo é aquele que toca na sua ferida numa mesa de chopp (ou do Ibirapuera), acompanha suas vitórias, faz piada amenizando problemas. É quem tem medo, dor, náusea, cólica, gozo, igualzinho a você.”


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Muris in the air

Acho que posso considerar este blog como uma espécie de sanatório particular. Psicanálise digital. Do tipo: eu reclamo, você lê. =o)

Contando e rodando!

  • 33,460 caídas de para-quedas por aqui...

Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Submarino.com.br

Patrocinado

CDs - Submarino.com.br
julho 2010
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

%d blogueiros gostam disto: