Sem paciência

Eu já falei aqui foi mais de dez vezes sobre coisas que me irritam, e vocês que me lêem sabem disso muito bem. Acho. Ou não. Enfim. O que acontece é que eu tenho postado pouco aqui porque, bem, ando sem paciência. Ou talvez seja preguiça. Ou uma certa falta de assunto, uma vez que meu twitter é atualizado cada vez que eu penso ou tenho algo a falar, e isso acontece quatrocentas vezes por dia. Enfim. Sem paciência.

Falar que tô sem paciência acho que é um jeito mais bonitinho de dizer que me irrita. Tipo: “sem paciência pra esse trânsito” é um jeito menos Muriel de dizer “TRÂNSITO ME IRRITA.” Tô adotando um jeito mais light de enxergar as coisas pra tentar ser uma pessoa melhor, daquelas agradáveis, sorridentes e positivas. O tipo de pessoa que todo mundo gosta por perto, sabe? Então.

O problema é que pessoas agradáveis de mais, positivas de mais… me irritam. Então tem dias que eu ligo o foda-se e quero mais é que o mundo se acabe em um barranco, pra eu morrer encostada vendo todo mundo desesperado, mascando uma folhinha de capim com o canto da boca, de braços cruzados e um sorriso dumal. Porque não dá pra ser legal e positiva o tempo inteiro. Simples assim. Não dá pra pensar sempre o melhor, respirar 10x e pensar em quantas pessoas estão piores no mundo. Olha só:

dá pra ser positivo quando você passa o final de semana inteiro sem conseguir dormir por mais de 8 horas, e acorda na segunda-feira mal de sono?

dá pra ser uma pessoa bacana quando você finalmente tem espaço pra mudar de faixa no trânsito e vem aquele ARRASTÃO de motoboy em fila, com aquelas buzinas agradáveis soando deliciosamente no seu ouvido para todo o sempre como se eles fossem os donos da rua?

dá pra não respirar fundo e ter vontade de xingar quando você não vê aquele “morrinho” de calçada mal feita e o seu passo é interrompido no meio com uma pisada mais no alto, que te dá um susto e te faz mancar feito um idiota?

dá pra não querer que gente lerda pra cacete no trânsito, que para na PORRA DO FAROL AMARELO quando ainda daria pra uns VINTE CARROS passarem atrás, inclusive você, morra?

dá pra não ficar com o coração aquecido quando você gasta um absurdo na manicure (na boa, manicures de toda a cidade de SP, vocês ROUBAM. 27,00 por 1h de trabalho é tipo o salário do meu CHEFE.) e assim que vai pegar a chave do carro na bolsa você DESCASCA a unha?

não é reconfortante estar tentando aprender violão ha 3 semanas e não conseguir nem mudar os acordes direito, nem achar a batida certa, nem conseguir cantar junto enquanto toca, e se sentir uma mula manca e burra?

não alegra quando você chega no trabalho e o único dia que a faxineira limpou a sua mesa e arrancou os pés de feijão do seu teclado foi também o dia em que ela espalhou TODOS os seus brinquedos do Chaves e você precisa passar 3 dias arrumando de novo?

não é uma delícia quando você coloca aquela camiseta que tem um laço e a porra do laço teima em se dobrar tipo uma flor mucha por cima dele mesmo, mesmo você tendo levantado mais cedo SÓ PRA PASSAR A PORCARIA DA CAMISETA???

não é legal acordar de manhã com o telefone, estar conversando bem baixinho… fechar os olhos e quando abrir dar de CARA com a gata respirando a 1 centimetro de distância, com a cara na sua, e tomar um susto de sair a alma do corpo, assim, antes mesmo de levantar?

não é delicinha desembolsar 18,00 de estacionamento pra passar uma tarde no cinema, e ter vontade de XINGAR o cara e chamar a POLÍCIA? Sim, porque isso, pra mim, é estelionato.

não é agradável sair do carro e sujar a calça (que já está manchada) na porta, pq seu carro tá tão sujo que ele se mescla ao meio ambiente como um camaleão, com flores, pó e restos mortais de insetos em cima dele?

 

Eu podia pensar que ao menos tenho um emprego legal, um carro pra sujar. Que pelo menos fui ao cinema, que pelo menos tenho uma gata fofa que me faz companhia, que ao menos estou tentando aprender a tocar um instrumento musical bacana, que tem alguém que limpa minha mesa do trabalho, que posso ir na manicure, que tenho uma camiseta fofa de laço…

Podia sim.

Podia pensar que relevar todas essas coisas me faz ser uma pessoa melhor, mais positiva, mais alto astral.

Mas, na boa? Ando meio sem paciência. E se você quer saber, gente paciente de mais, pra mim, não é paciente, é passiva. E gente passiva me irrita.

fuuu

 

 

Abs a todos os envolvidos.

Anúncios

2 Responses to “Sem paciência”


  1. 1 fran 22/03/2010 às 10:34

    sem paciência pra escrever


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Muris in the air

Acho que posso considerar este blog como uma espécie de sanatório particular. Psicanálise digital. Do tipo: eu reclamo, você lê. =o)

Contando e rodando!

  • 33,579 caídas de para-quedas por aqui...

Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Submarino.com.br

Patrocinado

CDs - Submarino.com.br
março 2010
S T Q Q S S D
« fev   abr »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

%d blogueiros gostam disto: